-

  • Biblioteca Escolar - Escola Secundária de Vila Real de Santo António
  • sexta-feira, maio 30, 2008

    Stonehenge - Cemitério de reis



    Ao longo dos anos, várias teorias consideraram este famoso monumento um templo da lua, um observatório e até um local para a aterragem de OVNIs. Stonehenge é um dos mais famosos monumentos pré-históricos do mundo, mas a sua construção tem-se mantido um mistério. Segundo notícias publicadas nos jornais de hoje, um grupo de arqueólogos acredita estar mais perto da resposta. Pela primeira vez foram desenterrados restos humanos provenientes de cremação que, depois de datados, sugerem que durante 600 anos a partir da construção do monumento, cerca de 3000 A.C., Stonehenge foi usado como cemitério e que os restos mortais aí encontrados pertencem a uma única família de chefes ou reis que governaram nessa época.

    A BIBLIOTECA DE FERNANDO PESSOA


    "Desde 14 de Abril que uma equipa coordenada por dois elementos do Centro de Linguística Portuguesa da Universidade de Lisboa (CLUL), o colombiano Jeronimo Pizarro e o italiano Patricio Ferrari, digitaliza, de graça, toda a biblioteca pessoal do poeta dos heterónimos. São cerca de 1200 títulos, entre livros, revistas, jornais, pertencentes à Casa Fernando Pessoa e ao espólio da família. Desses, 200 estarão disponíveis para consulta pública a partir de 13 de Junho, dia em que se celebram os 120 anos do nascimento do autor de A Mensagem, a partir do site da casa Fernando Pessoa." in Diário de Notícias

    terça-feira, maio 27, 2008

    Poema Inédito de Fernando Pessoa


    Descoberto poema inédito atribuído a Alberto Caeiro



    ISABEL LUCAS Diário de Notícias


    "Tudo é definido, tudo é limitado, tudo é cousas." Este é o último verso de um poema inédito atribuído a Alberto Caeiro, heterónimo de Fernando Pessoa, e encontrado na última página de um livro que pertenceu a Pessoa pela equipa que está a digitalizar o espólio do poeta. O livro estava na casa que ocupa o nº 16 da rua Coelho da Rocha e só por acaso não foi detectado antes. "O poema está manuscrito e tem como cabeçalho a palavra Caeiro sublinhada", disse ao DN Patricio Ferrari que, a par com Jeronimo Pizarro, dirige a equipa que está a passar a formato digital toda a biblioteca que pertenceu a Fernando Pessoa, não apenas da Coelho da Rocha, como os papéis ainda nas mãos da família do poeta.
    O poema foi encontrado a 30 de Abril pelo italiano Antonio Cardiello. "Foi uma descoberta inesperada", declarou Jeronimo Pizzarro,que só gastaria de ver o poema divulgado depois de" devidamente" estudado por especialistas na obra de Caeiro. Por enquanto levanta dúvidas. "Apesar da linguagem ser a de Alberto Caeiro e de o poema ser precedido pelo nome Caeiro, tanto pode ser o título como a assinatura. Além disso está num livro datado de 1907 quando sabemos que aquele heterónimo só apareceu em 1914." As cautelas de Pizarro, o investigador que já transcreveu o poema, são partilhadas por Patricio Ferrari. Um e outro opõem-se à intenção de Inês Pedrosa, directora da Casa Fernando Pessoa, de fazer postais com réplicas do manuscrito para celebrar os 120 anos do nascimento de Pessoa, que se comemoram a 13 de Junho.



    domingo, maio 25, 2008

    REVISTA COLÓQUIO LETRAS ON-LINE


    A revista Colóquio Letras já está on-line. Desde o 1º número! Como é uma boa fonte de pesquisa passa a constar da nossa barra de links.

    sexta-feira, maio 23, 2008

    ANDRÉ BRETON NO MUSEU


    O Museu Privado de Cartas e Manuscritos, em Paris, adquiriu por um «bom» preço o manuscrito do Manifesto do Surrealismo, de André Breton. A importância do documento releva, também, do facto do autor ser considerado "o pai" do Surrealismo.

    quinta-feira, maio 22, 2008

    Expo 98 - 10º Aniversário




    A Expo 98 decorreu em Lisboa entre 22 de Maio e 30 de Setembro de 1998 e foi a última Exposição Mundial do século XX. Comemorava, entre outros factos, a primeira viagem marítima para a Índia realizada por Vasco da Gama em 1498.
    O tema da Expo foi «Os Oceanos, Um Património para o Futuro» e a sua mascote, como bem se lembram, o Gil

    terça-feira, maio 20, 2008

    Aquário Vasco da Gama


    O Aquário Vasco da Gama faz 110 anos

    Hoje, 20 de Maio de 2008 o Aquário Vasco da Gama completa 110 anos de existência. Celebra-se também o Dia da Marinha, entidade que tutela o Aquário desde 1901. Para assinalar esta efeméride é oferecida entrada gratuita a todos os visitantes.


    O Aquário Vasco da Gama foi inaugurado em 1898, numa cerimónia integrada nas Comemorações do IV Centenário da Descoberta do Caminho Marítimo para a Índia. A Comissão Executiva destas celebrações, desejando perpetuar a memória de tão importante acontecimento, decidiu mandar construir um Aquário com objectivos de recreio e instrução popular. A construção do edifício, da responsabilidade da Comissão Executiva do IV Centenário, teve a orientação do Engenheiro Albert Girard, um naturalista notável e o principal colaborador científico do Rei D. Carlos I.

    sábado, maio 17, 2008

    DIA ABERTO - REPORTAGEM

    Registo fotográfico de alguns momentos vividos ao longo do DIA.


    A manhã começou bem: alimento para o corpo e para a alma.


    Brincar ao faz-de-conta.


    Para saber o futuro.



    A Arte e a Vida.



    Nos Laboratórios encantando as crianças.

    A transformaçãodos elementos.



    Ambiente mais limpo (pormenor de uma central hidroeléctrica).


    Preservar os mais desprotegidos.



    Sala de uma turma do 12º ano, Área de Projecto.


    O Cê-Lá, muito concorrido.



    A preservação da memória, para sabermos quem somos.



    Nas Oficinas, pondo em funcionamento maquinaria de refrigeração.

    sexta-feira, maio 16, 2008

    Escrever com o telemóvel


    Escrever romances com os polegares (in Diário de Notícias)

    O telemóvel também pode servir para escrever ficção. No Japão é assim. Rin tem 21 anos, vive em Kokura, no Sul do Japão, estuda enfermagem e escreveu a sua primeira obra literária, intitulada Moshimo Kimiga ("Se Tu..."), quando estava a terminar a escola secundária. Em 2007, a versão em papel da sua saga escrita num telemóvel vendeu 420 mil exemplares e terminou o ano na lista dos dez livros mais vendidos do Japão.

    DIA ABERTO

    As Guias preparadas para receberem as escolas do 1º Ciclo e do Pré-Escolar

    Decorreu ontem o DIA ABERTO. Neste dia a Escola abre-se à Comunidade e em especial as escolas da região. Os Departamentos fazem a divulgação das suas actividades e preparam momentos especias de animação, experiências, vídeos...

    Iremos colocar ao longo dos próximos dias algumas fotografias representativas do Dia.

    segunda-feira, maio 05, 2008

    A CONSISTÊNCIA DOS SONHOS


    O percurso de uma vida pelos livros.
    Até ao dia 27 de Julho, no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, A Consistência dos Sonhos mostra-nos José Saramago: a vida e a obra. Manuscristos, documentos originais, notas pessoais, artigos de imprensa nacional e internacional, a família, fotografias, vídeos, primeiras edições, traduções (talvez a parte mais bem conseguida da exposição).

    quinta-feira, maio 01, 2008

    História do Primeiro de Maio

    História do dia do trabalhador

    No dia 1º de Maio de 1886, 500 mil trabalhadores saíram às ruas de Chicago, nos Estados Unidos, em manifestação pacífica, exigindo a redução da jornada para oito horas de trabalho. A polícia reprimiu a manifestação, dispersando a concentração, depois de ferir e matar dezenas de operários. Mas os trabalhadores não se deixaram abater, todos achavam que eram demais as horas diárias de trabalho, por isso, no dia 5 de Maio de 1886, quatro dias depois da reivindicação de Chicago, os operários voltaram às ruas e foram novamente reprimidos: 8 líderes presos, 4 trabalhadores executados e 3 condenados a prisão perpétua.
    Foi este o resultado desta segunda manifestação. A luta não parou e a solidariedade internacional pressionou o governo americano a anular o falso julgamento e a elaborar novo júri, em 1888. Os membros que constituíam o júri reconheceram a inocência dos trabalhadores, culparam o Estado americano e ordenaram que soltassem os 3 presos.
    Em 1889 o Congresso Operário Internacional, reunido em Paris, decretou o 1º de Maio, como o Dia Internacional dos Trabalhadores, um dia de luto e de luta. E, em 1890, os trabalhadores americanos conquistaram a jornada de trabalho de oito horas. 116 anos depois, o 1º de Maio mantém todo o seu significado e actualidade.
    Nos Estados Unidos da América o Dia do Trabalhador celebra-se no dia 3 de Setembro e é conhecido por "Labor Day". É um feriado nacional que é sempre comemorado na primeira segunda-feira do mês de Setembro. No Canadá este feriado chama-se "Dia de Oito Horas".
    Na Europa é sempre comemorado no dia 1 de Maio. (in: Expresso)

    1 de MAIO - SEMPRE

    Mural de Diego Rivera